Netflix

Netflix Começa a cobrar de quem compartilha contas com outros usuários

Não é de agora que a Netflix busca uma solução para evitar que seus assinantes compartilhem senhas com outros usuários. Isso acaba afetando diretamente o lucro da empresa, uma vez que muitas pessoas deixam de fazer assinatura por já ter acesso ao conteúdo. Mas isso está próximo de mudar e você que costuma compartilhar suas credenciais com seus amigos, deve ficar atento.

A plataforma vem testando um novo recurso na América Central e do Sul e pretende expandir para mais países, inclusive o Brasil. Atualmente, os assinantes dos países Peru, Costa Rica e Chile já estão sendo notificados.

Como irá funcionar?

Embora ainda não esteja claro já que o novo recurso se encontra em fase de testes. Uma vez que o usuário estiver logado vai aparecer uma opção chamada: “adicionar um usuário extra”. Os titulares das contas poderão adicionar até dois usuários extras que não moram com eles (nos planos Standard e Premium) por um preço subsidiado.

Aqueles que receber uma conta compartilhada será imediatamente direcionado e notificado sobre aderir a nova opção. Já quem compartilhou será preciso autorizar uma conta de um dispositivo fora da casa.

Preços e valores

Ao que parece, não deverá pesar muito no bolso de quem você compartilha sua senha. Mas para a plataforma será bastante lucrativo ter esses novos valores entrando no caixa. Em alguns países já está sendo aplicados os seguintes valores. Na Costa Rica, o preço do usuário adicional é de US$ 2,99 por mês. O preço é semelhante no Peru e no Chile em 2.380 CLP (US$ 2,99) e 7,9 PEN (US$ 2,11), respectivamente. 

Como o serviço ainda não se encontra disponível no Brasil, não sabemos os valores. Mas se compararmos com outros países, a nova taxa será muito abaixo em comparação ao valor total de uma assinatura. Só nos resta aguardar. Você acha justo a Netflix cobrar por usuários extras? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.